Campanha “Mova-se”, do SEST/Senat desembarca na sede da Transa Transporte

Campanha “Mova-se”, do SEST/Senat, desembarca na sede da Transa Transporte

O cuidado e prevenção com a dengue é um assunto que sempre vem à tona no Verão. Inclusive, o tema já foi pauta de algumas matérias em nosso blog. Pois bem, acontece que justamente neste período do ano é que o mosquito transmissor da doença se prolifera.  A nossa principal forma de defesa é a prevenção. Por isso, diversas campanhas de conscientização são realizadas com esse objetivo. Uma dessas mobilizações é a “Mova-se”, uma iniciativa do Sest/Senat, que desembarcou na sede da Transa Transporte para uma visita pra lá de especial.

A visita

Na última terça-feira, dia 27, representantes do Sest/Senat vieram à sede da Transa Transporte com uma missão importante: alertar sobre a prevenção à dengue. O grupo realizou um bate-papo com os colaboradores da empresa.

“O nosso público-alvo é o trabalhador do setor do transporte. O SEST/Senat trabalha justamente para esse grupo, então nada mais justo que a gente venha até eles para trazer essa conscientização”, explica Daniel Cirne Oliveira Nascimento, técnico de promoção social do Sest/ Senat.

Juntamente com os representantes do Sest/Senat, agentes de vigilância ambiental da Prefeitura de Três Rios participaram das atividades, distribuindo panfletos e pontuando os locais  dentro da empresa que merecem maior atenção para evitar a reprodução do mosquito.

“A gente tem uma preocupação maior com os locais onde há maior circulação de água, como as caixas d´água, lavatórios, canaletas, etc. No entanto, é importante estar sempre atento em todos os espaços da empresa, pois sempre pode haver um depósito que possa acumular água”, destaca Lincon Neves, agente endêmico.

Rosangela Abrahão, supervisora de vigilância ambiental, ressalta que o combate ao Aedes aegypti é um compromisso diário. “Todos os dias deve ser feito uma vistoria por toda empresa, inclusive, nos vasos sanitários, ralos e canaletas. É preciso fazer uma revisão geral”.

Resultados da ação

Quem esteve acompanhando o bate-papo foi Gilberto Neto, responsável pela conservação das instalações da Transa Transporte. Ele conta que a conversa foi bem produtiva e que após essa conscientização ficará ainda mais atento aos possíveis focos de dengue.

“Aqui, na Transa Transporte, nós temos um espaço com muita vegetação e trabalhamos com água diretamente, então a gente fica sempre de olho para evitar os focos do mosquitos”, destaca.

Responsabilidade socioambiental

Heloísa Cassini, gerente de planejamento da Transa Transporte também esteve presente durante as atividades e comenta como essa ação foi bem recebida pela empresa. “ A Transa Transporte é uma empresa aberta a todas as ações que visam conscientizar a população, funcionários, familiares. Estamos de portas abertas para todo tipo de parceria que possa agregar informação”.

A Transa Transporte já realiza campanhas de prevenção a Dengue e demais doenças transmitidas pela picado do mosquito Aedes aegypti. A empresa veicula conteúdo informativo internamente e externamente. O assunto já faz parte do calendário de ações dos seus canais de mídia: rede social, TV do terminal, site, abrigos e espaços de comunicação interna estampam dicas e informações sobre combate e prevenção a Dengue.

“A gente acredita no poder de alcance que temos com a população, então utilizamos esse ‘poder’ para atingir o máximo possível de pessoas com conscientizações e informações que consideramos muito importantes”, esclarece Heloísa.

A campanha “Mova-se”

A campanha “Mova-se” faz parte dos projetos de responsabilidade social do Sest/Senat. Neste ano, especificamente no mês de fevereiro, a instituição trabalhou por meio da campanha o combate e prevenção ao Aedes aegypti.

Durante o período da campanha, representantes do Sest/Senat percorreram as empresas de ônibus da região, realizando ações de conscientização. Os públicos-alvos da mobilização são os profissionais do transporte e a sociedade como um todo.

 

 

 

0 respostas

Deixe uma resposta

Quer participar da conversa?
Sinta-se a vontade para comentar!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *