Dicas para andar no horário

Há uma semana o horário brasileiro de verão chegou ao fim, mas as consequências dessa mudança serão sentidas durante algum tempo. Segundo especialistas, o corpo acostuma de forma lenta apesar de parecer uma mudança pequena e pode alterar o funcionamento do organismo. O período, que dura 4 meses, é polêmico e pode provocar sintomas indesejáveis em muitas pessoas.

O médico Roberto Debski, autor do blog Mais Saúde, de A Tribuna On-line, afirma que irritabilidade e oscilações de humor, estresse, alteração na produtividade e na qualidade do próprio sono estão entre os sintomas provocados pela mudança na rotina. “Esse desconforto pode se prolongar por até um mês, principalmente nos idosos e nas mulheres”.

Segundo o profissional, as pessoas com mais idade já tendem a ter problemas para dormir e conseguir um sono reparador, e as mulheres estão sujeitas às alterações hormonais. Para amenizar os transtornos, principalmente nas pessoas mais sensíveis às mudanças de horário, listamos algumas dicas essenciais. Confira:

– Antecipe o horário de deitar para dormir em 10 a 15 minutos ao dia, isso vai ajudar o corpo a entrar no ritmo, equilibrando o sono aos poucos.
– Evite a ingestão de alimentos e bebidas estimulantes como café, refrigerantes, álcool e energéticos.
– Hidrate-se bem, repouse, e evite estímulos excessivamente estressantes.
– Medite e pratique técnicas de relaxamento e gerenciamento do estresse.

Sentir sonolência, lentidão dos movimentos, preguiça e até mau humor também são alguns sintomas mais comuns entre as pessoas que não possuem uma adaptação fácil, mas algumas atitudes podem ajudar a amenizá-los. “Ao acordar, faça um alongamento de braços e pernas por 10 minutos, além de relaxar vai ajudar bastante durante o dia”, orienta o professor de educação física, Daniel Wayand Accon.

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.