O Sonho de Transportar Pessoas

História da Transa Transporte teve início em 16 de abril de 1977, quando os amigos Pedro Noel e Carlos Fonseca, realizaram o sonho de abrir uma empresa de ônibus. Sonho este que era compartilhado e rascunhado enquanto ainda trabalhavam em outra empresa de ônibus.
“Eu era funcionário da Viação Salutaris e o meu sócio era um dos proprietários. Por volta de outubro de 1976, o Pedro resolveu montar um novo negócio por conta de algumas divergências de opinião com outros sócios, e me convidou porque ele iria continuar na empresa e não poderia administrar o novo empreendimento”, explica Carlos Fonseca, diretor.
Depois de muito planejarem e ensaiarem o lançamento do seu empreendimento, os amigos e sócios colocaram o plano em prática e adquiriram as linhas, o terreno e os veículos da antiga empresa de ônibus, a Viação Pedro Antônio, que na época fazia o transporte da população de Três Rios.
No início de suas atividades, a empresa possuía apenas 23 ônibus que percorriam por sete linhas urbanas: Moura Brasil, Palmital, Jaqueira, Monte Castelo, Cantagalo, Fábrica e Serraria (Comendador Levy Gasparian), além da linha interestadual de Santana do Deserto, Minas Gerais.

Nossa casa, nosso lar

O espaço que hoje compreende a sede da Transa Transporte está bem diferente de quando foi adquirido em 1977. Naquela época o local era apenas um terreno de chão batido com um galpão para abrigar os ônibus.
“Chegamos aqui numa sexta-feira à noite para tomar posse. Eram apenas 23 ônibus, os veículos eram muito velhos, a manutenção era muito precária porque realmente naquela época, ônibus no Brasil era uma coisa muito primitiva. Toda a estrutura que temos hoje não existia, era apenas um terreno e um pequeno galpão de terra aos fundos, onde era feita a manutenção”, relembra Carlos Fonseca, diretor.
Naquela época tudo era mais difícil. No espaço da garagem não havia banheiros, a água vinha de poço – e que, às vezes, chegava a faltar – e a energia era emprestada do terreno vizinho.
Com muito empenho e dedicação as dificuldades iniciais foram sendo vencidas e a empresa conseguiu conquistar a confiança e admiração da população.
Em 19 de julho de 1977, foi apresentada à sociedade trirriense a nova pintura dos ônibus, que acompanhou o dia-a-dia dos colaboradores da empresa e da população durante 24 anos.
Um ano depois, em julho de 1978, chegaram os primeiros ônibus adquiridos pela Transa: foram cinco unidades com carroceria Caio que deram início à renovação da frota.
A década de 80 foi muito difícil devido à crise do petróleo e depois do congelamento de tarifa imposto pelo Plano Cruzado. Mas, o ano de 1991 marca o início da parceria com a Marcopolo, que perdura até hoje.
Em 1995, a empresa adquiriu sete ônibus com carroceria Marcopolo GV, ampliou a garagem e três anos depois iniciou a construção do novo prédio administrativo e do lavador automático.

Novo Prédio administrativo

Ao longo do tempo a sede administrativa passou por uma série de melhorias estruturais com o objetivo de melhorar as acomodações dos seus colaboradores, agilizar processos.
No ano de 1998 foi construído um novo prédio administrativo mais moderno e confortável para acomodar todas as atividades administrativas e oferecer melhores condições de trabalho para os colaboradores. O projeto foi planejado por José Ricardo Abreu, arquiteto bastante conhecido por desenhar garagens de empresas de ônibus. O período de construção das novas instalações foi de apenas seis meses: de novembro de 1998 a 3 de junho de 1999.
Em 2000, o antigo prédio administrativo passou por uma reforma, ganhando um segundo andar e passou a contar com refeitório, sala de jogos, sala de leitura e um auditório para treinamentos e apresentações especiais.
Atualmente a sede da Transa Transporte possui uma área de X metros quadrados, contando com prédio administrativo para gerenciamento da empresa, sala de lazer, sala de leitura, refeitório, auditório, dormitório, banheiros.

Investimento em tecnologia

Antes que os apps, smartphones, websites, a internet, fossem tão populares e acessíveis, a Transa Transporte já dava passos em direção a informatização. Internamente, esse o processo de informatização começou ainda em 1986 com o controle interno e seguiu continuamente.
Para os clientes os investimentos em tecnologia podem ser observados através da aquisição de novos veículos mais modernos e também por meio dos novos meios de comunicação e informação que a empresa disponibilizou ao longo dos anos.
No ano de 2000 chegaram os primeiros carros com motores elétricos que auxiliam na redução da emissão de poluentes e são mais econômicos. A empresa adquiriu as primeiras unidades do chassi 1417 da Mercedes. Era o início dos motores eletrônicos na Transa
Em 2001 a empresa mudou sua identidade visual, adotando um padrão de cores e elementos mais leve e moderno, apostando em um tom de azul mais claro, no amarelo e branco e utilizando linhas ao invés dos círculos. Neste mesmo ano, a empresa adquire novos veículos, entre eles três micro-ônibus.
Os primeiros veículos adaptados adquiridos pela empresa começaram a circular pelas ruas no ano de 2008. Atualmente 50% da frota é composta por veículos adaptados. Todos devidamente identificados.
Em maio de 2013 foi inaugurada a nova Central de Relacionamento no terminal rodoviário. Para maior conforto e comodidade dos clientes também foram investidos em um sistema de TV, no qual são informados em tempo real os horários dos ônibus, a previsão de chegada dos carros, informações sobre o clima, banners informativos e destaques do site.
Em 2014 a empresa lançou o seu website e o aplicativo “Transa Transporte” para dispositivos móveis com sistema operacional Android. Com ele os clientes podem consultar os horários de todas as linhas, acompanhar as postagens da empresa na rede social e ainda podem conferir a previsão de chegada dos ônibus no terminal. Tudo isso de forma rápida, prática e gratuita.

A Transa Transporte em números

São 855 horários diários, dos quais 717 são horários urbanos municipais e 138 intermunicipais nas linhas de Três Rios X Afonso Arinos. Por mês são transportados aproximadamente 600.000 passageiros, o que em um ano dá um total de 7.200.000 de passageiros por ano.
A frota é composta por 60 veículos, sendo 52 carros circulando nas linhas urbanas e 8 nas linhas intermunicipais
A equipe de colaboradores é formada por mais de 320 colaboradores.

Filosofia da Empresa

A Transa Transporte é uma empresa social e ambientalmente responsável e, por isso, investe continuamente em saúde, educação e lazer para sua equipe, mantendo instalações modernas e engajando-se em ações e mobilizações que visam o bem-estar social e a solidariedade.

A empresa promove regularmente ações internas visando a melhoria contínua dos seus serviços por meio da capacitação de seus profissionais que recebem treinamentos constantes através de palestras, workshops, seminários e cursos. Além do incentivo ao aprimoramento profissional e as boas práticas no ambiente de trabalho.
Valorização, respeito, transparência e cuidado com o ser humano são as bases da Transa Transporte para promoção não somente de um serviço de qualidade, mas também na construção de uma relação de trabalho mais digna e sensível com seus colaboradores.

  • Missão

    Transportar as comunidades de Três Rios e Comendador Levy Gasparian com pontualidade, conforto e segurança, oferecendo um serviço de qualidade que garanta a satisfação dos clientes e promovendo ações socioambientais que contribuam para o desenvolvimento da sociedade.

  • Visão

    Ser referência em transportar com qualidade, baseados no constante aperfeiçoamento de seu pessoal, buscando assim, um modelo de transporte modelo mais acessível e mais humano.

  • Valores

    Valorização humana, respeito ao meio ambiente, transparência, comprometimento e credibilidade.

© Copyright - Transa Transporte Coletivo - Todos os direitos Reservados. Desenvolvido por: Owl Interativa