Transa participa da Semana da Ciência e Tecnologia

Já parou para pensar quantas pessoas morrem em acidentes de trânsito por dia no Brasil? E os motivos por tudo isso? Questionamentos como estes foram abordados na manhã desta terça-feira, 14/10, na palestra Educação no Trânsito apresentada pelo gerente de operações da Transa Transporte Coletivo na Semana Nacional de Ciência e Tecnologia (SNCT). O evento é realizado no colégio Walter Franklin e no Clube Independência.
Passar conhecimento sobre as ações que a Transa desenvolve sobre a educação foi um dos objetivos da palestra. Na ocasião foram apresentados dados importantes como o aumento de 86,4% no número de veículos em Três Rios. “Mais que isso, mostramos que, apesar do aumento do fluxo de veículos na cidade trirriense, nossa empresa reduziu em 62,5% o número de acidentes com vítimas envolvendo nossos ônibus”, ressaltou o coordenador operacional Júlio César Ferreira Gomes.

Ainda durante a palestra, treinamentos como o Motorista Cidadão, curso de Relações Humanas, assim como o projeto “Transporte Coletivo é Nosso” e a criação do mascote Juarez foram apontados como ferramentas para redução de acidentes. “Percebemos que a educação de nossos colaboradores é o caminho para elevarmos, ainda mais, nosso padrão de qualidade. Com nossos clientes, esse papel foi transferido para o nosso mascote Juarez, colaborador e o cidadão ideal”, explicou a psicóloga da Transa Virgínia Cassini durante o evento. Ela também pontuou que o mascote é o elo entre as crianças e a empresa.
A Semana Nacional da Ciência e Tecnologia está em sua 11º edição. No estado do Rio mais de 50 cidades participam. Nesta quinta, 16/10, a Transa estará com um stand e um ônibus adaptado da IV feira de Ciências de Três Rios no Independência Clube. A SNCT começou no dia 13 e termina no próximo dia 19.

 

 

 

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.