Campanha “Vou de Cinto” realiza ação no Terminal Arsonval Macedo

Na manhã da última terça-feira, dia 23, alunos da Escola Municipal Maria das Graças Vieira, do bairro Santa Terezinha, se uniram a agentes da Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) para uma ação de conscientização sobre o uso do cinto de segurança nas viagens de ônibus interestaduais e intermunicipais. Munidos de caneta, certificados e notificações, os estudantes fiscalizaram o uso do cinto no interior dos veículos e aplicaram uma multa simbólica para aqueles que estavam sem o cinto.

A chefe do núcleo de operações da ANTT, Caroline Decembrino conta que a participação das crianças na ação é muito gratificante e que elas exercem um papel importante na conscientização dos passageiros, pois elas acabam quebrando o gelo entre os passageiros que ainda são resistentes quanto ao uso do cinto.

Ela explica que todas as crianças receberam orientações para fazerem as abordagens da forma correta. “A gente orientou para que eles cumprimentassem as pessoas, dizendo ‘bom dia’, explicando que estamos fazendo a fiscalização, da mesma forma como fazemos. Foi um resultado muito positivo e sempre que a gente puder, com certeza, vamos realizar esse tipo de trabalho”.

A passageira Maria Aparecida S. Gomes, de Volta Redonda, foi uma das contempladas com um certificado de boa conduta por estar utilizando o cinto. Ela conta que desde que tirou a carteira de habilitação ela compreendeu a importância do uso do cinto de segurança. Maria Aparecida aprovou a ação e ficou contente com o certificado. “A conscientização do cinto de segurança é muito importante. Se eles [as crianças] já começaram a pensar assim nessa idade, o mundo vai ser um lugar muito melhor amanhã. Eles realmente me surpreenderam, muito bom mesmo! ”, considera.

A estudante Sannya Silva de Brito conta que gostou de participar da campanha. Ela diz que seus pais são atentos ao uso do cinto de segurança e sempre que a tia está no carro com eles, ela a ajuda a colocar o cinto. “Meu pai tem um carro e quando minha tia está coma gente eu a ajudo a colocar o cinto”, conta.
O estudante do quinto ano, Rodrigo Silva Kemps, também gostou de ajudar na fiscalização dos ônibus. Ele explica como o cinto de segurança pode salvar a vida das pessoas. “O cinto salva-vidas, como dizem aí, então quando acontece uma batida, ele segura a pessoa antes que ela bata em algum lugar”.

Parceria

Todas os estudantes que estiveram presentes na ação de hoje com a ANTT participaram do projeto “O Transporte Coletivo É Nosso”, desenvolvido pela Transa Transporte nas escolas da rede municipal de ensino de Três Rios. O convite para que elas participassem foi feito por Caroline Decembrino, durante sua visita ao encerramento do projeto na Escola Municipal Maria das Graças Vieira, ocorrido no dia 2 de agosto. Na ocasião os alunos produziram e apresentaram um jornal escolar abordando todo o conteúdo trabalhado ao longo do projeto. Foram temas da edição: a educação no trânsito, cuidados com a saúde, o meio ambiente e cidadania.

A analista ambiental e colaboradora do projeto “O Transporte Coletivo É Nosso”, Verônica Médici, conta que o resultado da ação de hoje foi muito positiva. “ O resultado foi mais que positivo, mais até do que o esperado! Vieram todas as 21 crianças e isso é muito bom. Então na verdade a resposta de todo o trabalho feito no projeto na escola”.
Verônica avalia que esse desdobramento do projeto, junto a ANTT é muito gratificante. “Além da realização pessoal é muito bom também mostrar que o trabalho deu resultado, então isso é muito positivo para mim também. Ver a alegria das crianças para mim é uma realização muito grande! ”.

Vou de cinto

Lançada em 2012, durante a Conferência das Nações Unidas sobre Desenvolvimento Sustentável (Rio +20), a campanha “Vou de Cinto”, tem o objetivo conscientizar os passageiros de ônibus sobre a importância do uso do cinto de segurança. A campanha faz parte das ações do Programa Estrada Sustentável, uma iniciativa criada na Rio+20 para construção de rodovias sustentáveis no país.

O programa foi iniciado na via Dutra, com o desafio de reunir os diversos públicos que interagem com a rodovia: municípios, empresas, terceiro setor, setor acadêmico, governos e órgão públicos para a abordagem de temas como segurança viária, educação, mobilidade, infraestrutura verde, entre outros.

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.