Veja dicas para se proteger do coronavírus nos coletivos

Veja dicas para se proteger do coronavírus nos coletivos

A covid-19, doença causada pelo coronavírus, tem se espalhado de forma rápida e preocupando as autoridades. Por isso, medidas de prevenção têm sido adotadas, como o isolamento social. Infelizmente, nem todos os setores podem parar, pois os serviços essenciais estão operando em esquema especial e é justamente por isso que ainda estamos rodando. Pensando em também contribuir para reduzir a propagação da infecção entre as pessoas que ainda dependem dos coletivos, elaboramos essa matéria especial.

O que temos feito para conter o contágio do coronavírus?

Desde que iniciaram as medidas de isolamento social, a Transa Transporte tem seguido as orientações do poder público e reduzido os horários dos ônibus. Atualmente, as linhas estão circulando com horários de domingos e feriados. Algumas linhas, como a Ponte das Garças (103) e Santa Cecília (206 A) estão com seus horários normais. Outras operam com horário de domingo após a primeira viagem – saiba mais clicando aqui.

Além da redução de horários, a empresa ampliou o serviço de higienização dos veículos. Desde o dia 24 de março a empresa destinou uma equipe para realizar a higienização dos ônibus no Terminal Rodoviário Hélio Soares e no Terminal Roberto Silveira (rodoviária velha), no centro.

Fique seguro do coronavírus nos coletivos

Apesar de todos os nossos cuidados, ninguém realmente está livre de contaminação se não seguirem as recomendações de segurança. Por isso, vamos reforçar algumas delas, mas focadas no ambiente interno dos coletivos.

1 – Mantenha as janelas abertas

Essa é uma medida simples, mas que faz a diferença, pois evita que ar fique parado. Isso favorece a disseminação de infecções respiratórias, que é justamente o caso da covid-19.

2 – Ao tossir ou espirrar, cubra a boca com um lenço e descarte-o em seguida

Se não for possível descarta-lo imediatamente, leve consigo uma sacolinha e guarde os lenços para serem descartados na lixeira mais próxima

3 – Mantenha uma distância segura

Com a redução do número de passageiros, os carros têm circulado mais vazios. Então, evite sentar ou permanecer em pé muito próximo de outro passageiro. Se for possível, mantenha uma distância de 1 metro.

4 – Evite tocar nos olhos, nariz e boca com as mãos não lavadas

Dentro dos coletivos existem vários objetos que as pessoas tocam frequentemente. Apesar de reforçarmos a higienização, entre uma parada e outra a superfície dos balaústres, por exemplo, podem se contaminar novamente. Por isso, ao tocar nesses objetos, evite pôr a mão nos olhos, nariz e boca até que possa lavar as mãos.

5 – Use o álcool em gel

Como nem sempre é possível lavar as mãos com água e sabão, o álcool em gel 70% é um grande aliado. Por isso, ao desembarcar do ônibus utilize o produto para higienizar as mãos.

Fique atento a essas dicas e esteja mais protegido.

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.